Home Portugal

0 1143

TSF Online
Festa do Pontal. Passos e Portas juntos na rentrée da coligação
iOnline
Pela primeira vez, PSD e CDS-PP juntam-se este sábado na tradicional Festa do Pontal, com a coligação Portugal à Frente a eleger o calçadão de Quarteira (Algarve) como palco para uma 'rentrée' conjunta. A menos de dois meses das eleições legislativas …
Paulo Portas participa pela primeira vez na Festa do Pontal do PSDRTP
Coligação vai ter 5 mil bandeiras na festa do PontalExpresso
CDS pela primeira vez na festa do Pontal do PSDPúblico.pt
Renascença -SIC Notícias
all 31 news articles »

Nation – Google News

0 530

Correio da Manhã
Galp produziu mais 86,6% de petróleo em termos médios e líquidos
Correio da Manhã
A Galp Energia anunciou esta segunda-feira que produziu mais 86,6% de petróleo em termos médios e líquidos no segundo trimestre de 2015, quando comparado com o mesmo período de 2014, sendo o Brasil o principal fator deste crescimento.
Produção petrolífera da Galp cresceu 5,5% no segundo trimestreExpresso
Galp Energia sobe produção de petróleo mas recua no gás natural Dinheiro Vivo
Galp mantém variações positivas na produção e refinação mas Jornal de Negócios – Portugal

all 10 news articles »

Nation – Google News

0 515

Jornal de Notícias
Portugal vai antecipar pagamento de 2 mil milhões de euros ao FMI
Jornal de Notícias
A ministra das Finanças anunciou, no sábado à noite, no Cadaval, que o Governo vai, ao contrário da Grécia, antecipar este mês o pagamento de dois mil milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional para poupar nos juros. IMPRIMIR(0). ENVIAR.
Maria Luís Albuquerque: Portugal antecipa pagamentos de 2 mil Jornal de Negócios – Portugal
Portugal antecipa pagamento de 2 mil milhões ao FMIDiário de Notícias – Lisboa
Portugal vai antecipar pagamento de €2 mil milhões da dívida externaA Bola
Diário Digital
all 33 news articles »

Nation – Google News

0 867

O PS acusou hoje o Governo de preparar um aumento encapotado de impostos e de gerar incerteza ao discutir na praça pública medidas como a criação de uma taxa sobre produtos nocivos para a saúde.

Estas críticas ao executivo PSD/CDS foram feitas à agência Lusa por Eurico Brilhante Dias, membro do Secretariado Nacional do PS, depois de a ministra de Estado e das Finanças, Maria Luís Albuquerque, ter admitido na terça-feira passada uma taxa sobre produtos alimentares nocivos à saúde.

«Não podemos ter uma ministra das Finanças a dizer que o Governo tomará uma decisão relativa a uma taxa que incidirá sobre produtos nocivos [com excesso de sal, gordura ou açúcar] e depois ouvirmos do mesmo Governo, particularmente do ministro da Economia [Pires de Lima] uma crítica pública a essa medida. Não se Governo assim», declarou o dirigente socialista.

De acordo com o membro do Secretariado Nacional do PS, o país está perante «mais uma divergência dentro do Governo, depois de outras tantas que já aconteceram ao longo dos últimos anos a propósito da Taxa Social Única (TSU), do IRS ou das pensões».

«Este Governo tem o hábito de discutir na praça pública, gerando um clima de incerteza e de desconfiança nas instituições», apontou Eurico Brilhante Dias.

O caso relativo à eventual aplicação de uma taxa sobre produtos alimentares nocivos à saúde levou também Eurico Brilhante Dias a advogar que essa situação «dá razão a uma das mais insistentes críticas feitas pelo PS» ao executivo PSD/CDS.

«Este caso é revelador de uma parte da agenda que o Governo esconde aos portugueses, preparando-se para fazer um aumento encapotado de impostos após as eleições europeias. Mas os portugueses percebem que este Governo tem uma estratégia de cortes e de austeridade a somar a austeridade», disse.

Eurico Brilhante Dias desafiou ainda o Governo a «estudar primeiro as medidas» que se propõe tomar e, a seguir, a ser «claro e transparente perante os portugueses, dizendo ao que vem».

Diário Digital com Lusa

Leia outras relacionadas:

Comentários

Todos os comentários estão sujeitos a moderação. O DD reserva-se o direito de apagar os comentários que não cumpram as regras de utilização. Os comentários publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Nation – Google News

0 796

Líder da distrital de Lis

O líder da distrital de Lisboa do PSD, Miguel Pinto Luz, declarou neste sábado que o partido nunca meteu a social-democracia na gaveta, enquanto outros o fizeram com o socialismo, numa alusão à expressão usada nos no final dos anos 70 pelo líder fundador do PS, Mário Soares.

“O que pusemos na gaveta foi simplesmente a bancarrota. Nunca, por nunca, a social-democracia”, afirmou o dirigente nacional social-democrata na intervenção que fez no XXXV Congresso do PSD, noutra resposta àqueles que acusam o PSD de ter perdido a sua matriz social-democrata.

Miguel Pinto Luz responsabilizou o Estado por ter falhado e por se ter tornado numa das grandes preocupações do país, pelo que defendeu que, “no pós-troika, o Estado tem o dever de servir os portugueses”.

Declarando que “os portugueses têm o direito a ser mais do que simples remediados” e de que “não precisam de esmolas”, o líder da distrital de Lisboa disparou: “O que os portugueses precisam é que o Estado os deixe trabalhar”. “Se para isso for preciso for necessário fazer uma revisão da Constituição, que se faça; se para isso for preciso reformar o estado Social, que se reforme; se para isso for preciso impor um tecto máximo nas pensões que se imponha, porque acima de tudo está Portugal”, frisou o dirigente nacional do PSD.

Já ontem, na abertura da reunião magna do PSD, que decorre até domingo no Coliseu dos Recreios em Lisboa, Miguel Pinto Luz tinha apontado o dedo àqueles que sistematicamente criticam o partido, afirmando ter ouvido dúvidas sobre o PSD. E perguntou: “Por que não estão aqui? O PSD não está na SIC às quartas, na TVI às quintas e na RTP aos sábados. O PSD está aqui”. E terminou dizendo que “o congresso é um espaço onde não há medo das ideias”.


Nation – Google News

0 950

RussoSCP
16-10-2013 – 00:13

Agora rezem até ao sorteio…

GtfygFCP
16-10-2013 – 00:03

Queria apenas pedir ao pessoal para não meterem comentários do tipo “Espero bem que Portugal não passe”. É a NOSSA SELECÇÃO que está em causa. Podem praticar mau futebol, ter maus jogadores, mas acima de tudo temos de torcer para que o nosso país seja bem representado. Temos de conseguir!

GtfygFCP
15-10-2013 – 23:49

Ok sedas, erro meu, obrigado. Não fiz contas nenhumas, apenas me baseei no ranking deste mês e pareceu-me pouco provável haver mudanças. Quem diria que a Ucrânia teria tanta sorte… Mais difícil fica, pois a França e a Suécia estão entre as 4 melhores selecções do play-off.


Nation – Google News

0 821

Homem foi morto a tiro em Sacavém - Diário de NotíciasDe acordo com a PSP, que não revelou muitos pormenores, o homem sofreu uma “agressão com arma de fogo”, havendo dois suspeitos que se puseram em fuga. As autoridades estavam, à hora de fecho desta edição, a tentar localizar os dois indivíduos que estiveram envolvidos na agressão, apurou o DN também junto da PSP. A Polícia Judiciária foi chamada para investigar o caso.

Para o local foi destacado um dispositivo policial, assim como uma equipa clínica do INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica), que ainda tentou a reanimação cardiorrespiratória do indivíduo, mas segundo apurou o DN este acabou por morrer no local. A agressão mortal ocorreu no jardim daquela praça de Sacavém, em frente ao antigo quartel, mas não foi possível apurar o que terá estado na origem do homicídio.


Nation – Google News

0 726
Portugal vence MontenegroA Seleção Nacional de sub-17 venceu, esta quinta-feira, a sua congénere de Montenegro, por 2-1, assumindo a liderança do Grupo 5 de qualificação para a Ronda de Elite do Campeonato da Europa de 2014.Em Sarajevo, a segunda vitória em outros tantos jogos dos comandados de Emílio Peixe foi selada através de duas grandes penalidades, convertidas por Pedro Rodrigues (50 minutos) e Pedro Delgado (77). Pelo meio, aos 56 minutos, Montenegro marcou por Vujnovic.

Depois de ter vencido a Bósnia na jornada inaugural, por 2-0, Portugal assume assim a liderança do Grupo, com seis pontos. No próximo domingo jogará com a Croácia, sendo que um empate garante o apuramento para a Ronda de Elite, úlima fase de apurmento para o Europeu.


Nation – Google News

0 1131

Eleições PS quer Martin Schulz à frente da Comissão EuropeiaO actual presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, pode ser um dos sucessores de Durão Barroso na liderança da Comissão Europeia. Para isso, conta com o apoio do Partido dos Socialistas Europeus (PES, em inglês), do qual faz parte o PS de António José Seguro, escreve o semanário Expresso, na sua versão online.

As eleições europeias realizam-se em Maio do próximo ano, mas já se conhece um dos nomes que pode vir a suceder a Durão Barroso à frente da Comissão.

O actual presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, é um dos favoritos dos socialistas, sendo apoiado pelo PES. De facto, também o PS português formalizou o incentivo à candidatura de Schulz, sendo um representante nacional, já que é o único partido do País a integrar o PES, avança o Expresso.

Schulz conta também com o apoio do Parlamento e de “mais de uma dezena” de outros partidos socialistas, escreve aquele semanário, que cita fontes do PES.

O processo de apresentação de candidaturas entre os socialistas decorre até ao fim de Outubro, e esta é até agora a única candidatura. Por seu turno, a escolha formal do candidato deverá acontecer no congresso daquele partido, que realiza em Fevereiro de 2014.

Apesar de o presidente do Parlamento nunca ter mostrado o desejo de suceder a Durão Barroso, tem vindo, nos últimos meses, a realizar uma campanha discreta.


Nation – Google News

STAY CONNECTED